30 de março de 2017
Utilize as teclas de atalho Alt+2 para navegar para a área de pesquisa do sítio web.
Utilize as teclas de atalho Alt+1 para navegar para a área de conteúdos do sítio web.

Sala de Santa Clara

A sala conhecida como Sala de Santa Clara recolhe o espólio proveniente da extinta igreja do Convento de Santa Clara de Guimarães, edifício onde hoje se encontram instalados os principais serviços da Câmara Municipal de Guimarães. Este convento, fundado no século XVI pelo cónego Baltazar de Andrade, mestre-escola da Colegiada de Nossa Senhora da Oliveira, veio a ser encerrado, com o falecimento da última religiosa, em 1891. Era uma instituição rica, com amplos bens e rendimentos, cujas freiras eram afamadas pelos seus dotes musicais e pelo fabrico de doces, como o célebre toucinho do céu.
Nesta sala, pode o visitante observar talha seiscentista e setecentista proveniente daquele importante espaço conventual feminino vimaranense, bem como diversas pinturas setecentistas alusivas a cenas da vida da Virgem.
Os relevos de madeira que representam, respetivamente, o Batismo de Cristo e a Sagrada Família encontravam-se nos altares laterais da igreja das clarissas vimaranenses e parecem ser obra seiscentista do escultor galego, Gregorio Fernández.Os revestimentos parietais da capela-mor datam de 1733 e são obra de dois artistas vimaranenses: o entalhador e escultor Ambrósio Coelho e o pintor e dourador Manuel Gomes de Andrade. Também destes autores parecem ser os dois anjos tocheiros que se exibem na sala. De referir, também, o magnífico grupo escultórico representando a Fuga para o Egito e uma enorme arca de confraria, datada do século XVII e proveniente de uma igreja de Braga.

Lista de Conteúdos

  • Recomende este sítio web

Serviços do Site

Rodapé