28 de junho de 2017
Utilize as teclas de atalho Alt+2 para navegar para a área de pesquisa do sítio web.
Utilize as teclas de atalho Alt+1 para navegar para a área de conteúdos do sítio web.

MUSEU

No Museu de Alberto Sampaio tudo se conjuga para deixar o visitante com vontade de cá voltar.
Na visita emocionamo-nos sem saber porquê. Serão as peças ou será o espaço? Ou será que são as peças naquele espaço? O certo é que o visitante sente serenidade e se deixa encantar pela beleza do conjunto. A uns, encanta-os as obras-primas legadas pelos mestres ourives, a outros toca-os a serenidade de Santa Maria de Guimarães ou o sorriso de Santa Maria «a Formosa». E todos se deixam emocionar junto ao loudel que D. João I envergou na Batalha de Aljubarrota e ao tríptico de prata dourada que o mesmo monarca ofereceu a Santa Maria de Guimarães.
Este é, também, o único museu nacional que abre as suas portas no período noturno, nos meses de julho e agosto. Visitar este «museu à noite» é uma experiência que jamais esquecerá. Neste período o visitante é sempre surpreendido por uma exposição de arte contemporânea.
Este museu merece, sem dúvida, «todas as visitas, e o visitante faz jura de cá voltar de todas as vezes que em Guimarães estiver» (José Saramago).
Quer experimentar?

Lista de Conteúdos

  • Recomende este sítio web

Serviços do Site

Rodapé