Noite dos Museus (17 de Maio)
19h00 – visita guiada ao Museu
O Museu de Alberto Sampaio tem peças de excelente qualidade, doze delas consideradas tesouros nacionais. Neste dia, o Museu abre as suas portas aos visitantes, convidando-os a ver peças magníficas e a ouvir contar histórias fantásticas sobre Guimarães e os vimaranenses de outras épocas.
 
21h00 – Teatro de sombras “Lenda de Santa Margarida”
Este teatro de sombras conta-nos uma lenda ligada a Guimarães: a incrível história da corajosa Santa Margarida, outrora venerada na Igreja de São Miguel ou de Santa Margarida, junto ao castelo.

21h30 - Atuação do Grupo Coral de Ponte
Momento musical

Dia Internacional dos Museus (18 de Maio) – “Museus: as coleções criam conexões”
Ao longo do dia – “Caça aos anjinhos” no Museu
Os anjinhos estão presentes em quase todas as coleções do Museu. Podem ser encontrados na escultura, na pintura, na ourivesaria… Espalhadas pelas salas, estarão pistas para ajudar a caçar alguns destes anjos.

Manhã - "Perceções e Narrativas", Desenhos dos Alunos do Mestrado Integrado em Arquitetura da Escola de Arquitectura da Universidade do Minho, 2013/2014 - Abertura de exposição
11h00 – Presença do falcoeiro do Paço dos Duques de Bragança

15h00 - Visita Guiada ao Museu
O Museu de Alberto Sampaio tem peças de excelente qualidade, doze delas consideradas tesouros nacionais. Neste dia, o Museu abre as suas portas aos visitantes, convidando-os a ver peças magníficas e a ouvir contar histórias fantásticas sobre Guimarães e os vimaranenses de outras épocas.

16h00 – Teatro de marionetas “Histórias do Tio Alberto”
Este teatrinho de marionetas é uma adaptação do livro infantil “História de Alberto” de Emília Nóvoa Faria. Numa narrativa colorida, muito divertida e cheia de sons, contam-se episódios da vida de Alberto Sampaio, patrono deste Museu e um grande historiador do século XIX.

17h00 – Teatro de sombras “Lenda da Santa Cabeça”
Neste teatro, conta-se uma história muito curiosa que gira em torno de um relicário muito bizarro e de uma cadela raivosa e que tem como protagonista D. João I, o rei da Boa Memória.